Venha Ouvir Modas de Viola 2016

 

 

moda de viola 2

A palavra “Moda” vem de origem portuguesa e possui significados como canto, melodia e música. No Brasil, a Moda de Viola, ficou mais conhecida atrelada ao significado de canção rural! No nordeste, os cantores de moda de viola costumam improvisar as letras e canções, já nas regiões sudeste e centro-oeste, as canções são escritas previamente e decoradas. De modo generalizado, a moda de viola é uma música que recita uma história, com temas relacionados ao cotidiano do boiadeiro, a vida na roça e também aos dramas e tragédias envolvendo amor e morte. A trilha sonora da abertura da novela Rei Do Gado é um ótimo exemplo da verdadeira moda de viola – fala sobre a vida e rotina tipicamente caipira.

As modas de violsa são, geralmente, cantadas por duas vozez, seguindo um intervalo musical de terça e acompanhamento da viola.  Em geral, a métrica é composta por sete sílabas, conhecida também como rendondilha maior, e em alguns casos, composta por cinco silabas, conhecida como redondilha menor. As formas de estrofes mais utilizadas são a quadra, a oitava e a sextilha, e em alguns casos raros, a décima. Os modistas, como são conhecidos os artistas que fazem música Moda de Viola, no estado de São Paulo a quadra de verso-de-dois-pés; a sextilha é chamada de verso-de-três-pés e a oitava é conhecida como versos dobrados ou moda-dobrada.

Portanto, em São Paulo, o número de rimas é reconhecido atráves da palavra Pé, que é muito utilizada no Brasil para designar o verso.
Ainda no cenário de São Paulo, as rimas são geralmente fixas, como as modas cantadas de carreira. Para chamar a atenção para si, o cantor declama uma quadra qualquer, o que é conhecido como levante ou encabeçar da moda. Ao final, é cantado o conhecido Arto, ou baixão, que também pode ser conhecido pelo nome de suspender a moda.

Com o avanço da música rural, que chegou aos estúdios de gravações para a sua comercialização, as modas começaram a incorporar novas temáticas, agora retratando também o cotidiano das grande scidades. No Nordeste, os cantadores apostam nas sextilhas, moirão, martelo, quadrão e galope, contando com a grande habilidade de improvisação, os cantores nordestinos utilizam da rendondilha maior, a de sete sílabas.

Na região do nordeste é comum que os cantadores apresentem-se em pares, realizando os shows em formato de desafios, que só terminam quando um adversário derrota o outro. Já nas regiões do Sudeste e Centro-oeste as apresentações são nos formatos populares de show, apenas a apresentação das músicas sem o aspecto de desafio.
As primeiras modas de viola apareceram a partir do início dos anos 30, contando com diversos artistas famosos como Mandi e Sorocabinha, Zico Dias e Ferrinho, Caçula e Marinheiro, Laureano e Soares, e mais tarde Tonico e Tinoco, Torres e Florêncio e muitas outras duplas do gênero.

As modas de viola mais conhecidas são “A filha do fazendeiro”, com Zico Dias e Ferrinho, “Casamento” com Laureano e Soares, “A guerra da Espanha”, com Mandi e Sorocabinha, “Apelido dos jogadores”, com Torres e Florêncio, e “Cuiabana” com Tonico e Tinoco, entre dezenas de outras.

Onde posso ouvir músicas Moda de Viola?

Com o avanço tecnológico e fácil acesso a internet hoje é possivel ouvir modad e viola através da rede! Além de sites como Youtube, que disponibilizam diversos tipos de conteúdo em vídeo, onde você pode buscar o tema que mais lhe interessa, inclusive músicas de Moda de Viola. Outra opção são os sites de letras de músicas como o Vagalume. Ao fazer uma pesquisa breve, você encontra a seguinte listagem:
Modas de Viola Classe A Vol. 4moda de viola 1
# 12 faixas
Pousada De Boiadeiro
Viola Vermelha
Herói Sem Medalha
Milagre Da Vela
Boi Cigano
Violeiro Do Passado
Arreio De Prata
Fazenda Caioçara
Dever Do Policial
Saudosa Vida De Peão
Mineiro Do Pé Quente
Boi Veludo

Moda de viola Pedro Bento e Zé Estrada
# 12 faixas
Terra Roxa
Missão De Detetive Enviar
Mais Um Drama Da Vida Enviar
Velho Peão
Peão De Ouro
Flor Do Ip Enviar
Boiada Cuiabana Enviar
Travessia Do Araguaia
O Mineiro E O Italiano
Grã – Fino Na Roça Enviar
Violeiro Solteiro
Campeão Do Pialo
Moda de Viola Classe A
# 12 faixas
A Volta Que O Mundo Dá
Fandango Mineiro
Bandeirante Fernão
Sabrina
Cabloca De Sorte
Derrota Do Boi Palácio
Gato De Três Cores
Boiada Cuibana
Velho Peão
Oswaldo Cintra
Ferreirinha
Morena Do Sul De Minas

Modas de Viola Classe A – Vol. 2 Tião Carreiro e Pardinho
# 12 faixas
Travessia Do Araguaia – Tião Carreiro e Pardinho
Cabelos Cor De Prata
Um Pouco De Minha Vida
Clarineta
As Três Cuiabanas
Derrota
Boiadeiro Punho De Aço
COnsagração
Ingrata
Lobisomen
Minha Vida
Última Viagem

Em Modas de Viola – Vol. I Zilo e Zalohistoria moda de viola
# 16 faixas
Flor do Ip
Duas Rosas
Travessia do Araguaia
Caboclo na Cidade
Juramento Quebrado
O Mineiro e o Italiano
Lindo Cavalo Branco
Campeão do Pealo
Rei do Gado
Um Pouco de Minha Vida
Dois Corações
Traição
Goiana
Missão Cumprida
Padecimento
Boiada Perdida

Como aprender a tocar músicas Moda de Viola?

moda de viola 3Assim como no tópico anterior, a tecnologia e a internet facilitaram também a aprendizagem. Através de buscar realizadas nos buscadores como Google, você pode encontrar tutoriais que demonstram como você pode aprender a tocar moda de viola. É claro, que primeiramente, você deve aprender a tocar violão. Podendo encontrar diversos sites para aprender essa técnica. Abaixo, indicamos os principais:

Se você já sabe tocar violão, pode pular diretamente para esse passo. Você tem duas opções: procurar por aulas grátis na internet ou procurar por aulas particulares. Para as aulas grátis, encontramos um vídeo interessantissímo no Youtube e disponibilizaremos abaixo. Uma outra alternativa, se você já tiver familiaridade com música, é tentar aprender apenas ouvindo e observando os cantadores.

Quais são os cantores mais famosos de moda de viola?

Zé Carreiro e Carreirinho – Contabilizando a lista de grandes sucessos da dupla estão as modas: Canoeiro, A Morte do Carreiro, Pirangueiro, Duas Cartas, Viajando a Cavalo, Patriota e Cruel Destino. Os nomes verdadeiros dos cantadores são, Zé Carreiro, que na verdade é Lúcio Rodrigues, e o Carreirinho é Adauto Ezequiel. O nome artistico da dupla foi escolhido através de um concurso de talentos promovido pela Rádio Record. A dupla fez muito sucesso na época porém acabou por um problema de saúde de Zé Carreiro, que teve sua audição comprometida.

Roberto Correira herdou a moda de viola como tradição da sua família que é cheio de violeiros. Nasceu em Campina Verde, no Triângulo Mineiro, mas fez a sua primeira apresentação em Brasília, cidade que ele começou a morar desde 1975.
Correira divide os palcos com recitais e também ministra aulas sobre a música caipira, moda de viola de concho e a moda de viola caipira. O cantador já gravou os seguintes álbuns:

1987: Marvada Viola
1988: Viola Caipia, Um Pequeno Concerto
1989: Drummond de Andrade
1989: Viola Andarilha
1994: Uróboro
1996: Crisálida
1998: No Sertão

Renato Teixeira

Começou a compor desde muito jovem, nascido em uma cidade do interior de São Paulo, acabou se mudando para a capital em meados da década de 60.
“Dadá Maria” a sua primeira canção a fazer sucesso, que foi apresentada no Festival de Música promovido pela Rede Record em 1967, com a Gal Gosta a interpretar a canção. No ano de 1968, compôs um outro grande sucesso para o mesmo Festival de Música, mas dessa vez, foi Roberto Carlos que interpretou a música “Madrasta”. Porém, o seu MAIOR grande sucesso mesmo como compositor é a canção “Romaria” interpretada por Elis Regina, em 1977.
Renato Teixeira aproveitou o sucesso das suas composições e gravou o próprio LP, com um toque moderno as canções de moda de viola, porém, mantendo as suas características, como música caipira.
Entre os seus álbuns lançados merece destaque o de 1992, Renato Teixeira e Pena Branca & Xavantinho e em 1997, Cantorias e Cantadores.

Violeiros famosos:
– Florêncio, nome de batismo, João Batista Pinto, foi não só um grande violeiro como produziu diversos “acompanhamentos” para viola. Foi um grande parceiro de João Pacífico.
– Tião do Carro, nome de batismo, João Benedito Urbano, fazia dupla com outro grande cantor de moda de viola, Mulatinho. Juntos eles gravaram inúmeros sucessos, mas o maior deles foi o seu disco“Uma Viola na Saudade” lançado em 1980.
– Zé do Rancho, foi um dos principais nomes da viola gravada em estúdio. Formou um trio com Rielinha e Serrinha.
– Julião gravou dois discos solos e entre as suas principais composições estão: Boiadeiro Errante e Peito Sadio.
– Da nova geração de violeiros merecem destaque: Juliana Andrade que lançou o primeiro CD em 1998 e mais, Brás da Viola, Roberto Correia, Ivan Vilela, Pereira da Viola e Paulo Freire.