Ouvir Emicida

0
396

Emicida

img-1032480-emicida

Leandro Roque de Oliveira, mais conhecido pelo nome artístico Emicida (São Paulo, 17 de agosto de 1985), é um rapper, repórter e produtor musical brasileiro. É considerado uma das maiores revelações do hip hop do Brasil nos últimos anos. O nome “Emicida” é uma fusão das palavras “MC” e “homicida”. Por causa de suas constantes vitórias nas batalhas de improvisação, seus amigos começaram a falar que Leandro era um “assassino”, e que “matava” os adversários através das rimas. Mais tarde, o rapper criou também uma conotação de sigla para o nome: E.M.I.C.I.D.A. (Enquanto Minha Imaginação Compuser Insanidades Domino a Arte). As suas apresentações ao vivo são acompanhadas do DJ Nyack nos instrumentais.

A primeira aparição do rapper na mídia – fora as batalhas de improvisação – foi o single “Triunfo”, acompanhado de um videoclipe com mais de 7 milhões de visualizações no YouTube. Emicida lançou seu trabalho de estreia em 2009, uma mixtape de vinte e cinco faixas intitulada, a Pra quem já Mordeu um Cachorro por Comida, até que eu Cheguei Longe…, pela gravadora independente Laboratório Fantasma. Em fevereiro de 2010, seu segundo trabalho veio em formato de EP com o título Sua Mina Ouve Meu Rep tamém. Em 15 de setembro do mesmo ano, foi lançada a também mixtape Emicídio, adjunta a um single homônimo. Além de ser cantor, Emicida atuou como repórter nos programas Manos e Minas, da TV Cultura e no sangue B da MTV.

Em fevereiro, Emicida fez uma participação especial no Altas Horas, programa de auditório da Rede Globo, onde apresentou as canções “E.M.I.C.I.D.A.” e “Triunfo”. Sua presença no programa marcou uma nova era do rap nacional, que antes era conhecida pela mente fechada, com pouca aparição na mídia e críticas para a respectiva emissora. Ingressou no elenco do programa Manos e Minas, da TV Cultura, em abril de 2010, onde se tornou repórter, entrevistando diversas celebridades do mundo musical. Realizando diversas apresentações pelo Brasil, Emicida foi convidado a participar da Virada Cultural de 2010, onde se apresentou junto com Ellen Oléria e foi considerado um dos destaques do evento, junto a Mallu Magalhães.

Em outro festival no mesmo ano, o Coquetel Molotov, o rapper também foi considerado como uma das principais atrações do evento. Juntamente com rappers como Kamau, Rincon Sapiencia, Rappin’ Hood, Negra Li e Aggro Santos, Emicida fez uma participação no novo álbum de NX Zero, chamado Projeto Paralelo. Emicida cantou Só Rezo 0.2 junto com a rapper norte-americana Yo-Yo (afiliada dos consagrados Ice Cube e Public Enemy), música que foi acompanhada de um videoclipe. Em 5 de setembro de 2011, Emicida estreou um programa próprio na programação da MTV Brasil, chamado Sangue B, onde traz várias informações relativas ao rap e hip hop nacional e internacional.

As músicas mais tocadas do cantor são:

Passarinhos (feat. Vanessa da Mata)
Levanta e Anda (part. Rael)
Hoje Cedo (part. Pitty)
Alma Gêmea (part. Rafa Kabelo)
Eu Gosto Dela (part. Daniel Cohen)
Madagascar
Então Toma
8
Baiana (feat. Caetano Veloso)
Hey Rap

 

SHARE
Previous articleOuvir Diogo Nogueira

LEAVE A REPLY